FANDOM


NARRADOR: "FRIO. SINTO MUITO FRIO. MINHA BOCA ESTA SECA. NAO VEJO SENTIDO EM ESTAR SUANDO TANTO ASSIM ESTANDO AQUI NESSA TERRA ONDE TUDO O QUE EU CONSIGO VER DIANTE DO MEU NARIZ É NEVE." (PAUSA) "SINTO MEU CORPO QUEIMANDO. OH NAO! MINHA PELE! ELA ESTA EM CHAMAS! MAS, POR QUE NÃO SINTO DOR? APENAS UMA LEVE TONTURA." (SOM ABAFADO DE UM CORPO CAINDO AO CHAO, PROXIMO AS ARVORES DA FLORESTA) A FLORESTA ESTA EM CHAMAS. FUMACA POR TODOS OS LUGARES. A GUARDA DA VILA NAO SABE O QUE FAZER, POIS NINGUEM IMAGINAVA UM INCENDIO DE TAMANHA PROPORCAO NO MEIO DA FLORESTA. (O INTERLOCUTOR ACORDA) "AINDA ME SINTO TONTO... MAS... MEU CORPO... ELE NAO ARDE MAIS. ELE NAO ESTA EM CHAMAS... " (ELE OLHA PARA O LADO) "oH CEUS, O QUE EU FIZ?!?! MELHOR EU FUGIR DAQUI." (PASSO DEPOIS NOVAMENTE O SOM ABAFADO.)

Cris chaveirinho ve de longe as chamas no ceu .." Meu Deus esse fogo vem da floresta" sai pela vila tentando encontrar alguem que saiba do que esta acontecendo..

Ann Marie von Schappler esta dentro do bar, conversando com alumas pessoas quando ouve um alvoroco vindo da rua. Ela prontamente se dirige ate porta para que ela possa ver o que esta acontecendo e observam uma imensa fogueira no meio da floresta e fumacas com ate 10 metros de altura.

Cris chaveirinho assustada chega a porta do bar da cidade onde algumas pessoas estão reunidas e tremendo pergunta;"Oque esta acontecendo? quem pode ter feito isso com a floresta? precisamos fazer algo.."

Ann Marie von Schappler olha para o grupo de pessoas e sem se sensiblizar com qualquer coisa, vira-se de costas enquanto fala. "Nào tenho interesses em saber o que esta acontecendo ali. Eu estava aqui dentro resolvendo negocios para a inauguracao do estabelecimento quando ouvi essa balburdia vinda da praca aqui perto. Meu interesse maior era ver se isso traria algum dano para meu estabelecimento." Ann Marie na verdade estava preocupada, mas nao demonstrava. sua seriedade e frieza sao extremamenten convincentes para aqueles que nao a conhecem ou sabem o que ela veio fazer nessa cidade.

Dora Quixote acorda sobressaltada e assustada, sente como se um golpe ferisse seu corpo e curva-se pra frente com a mão sobre o estomago, nota que seu corpo se contorce e o ar demora a chegar aos pulmões, preocupada e assustada tenta chegar a porta da toca e observa que a mesma estava vazia. Caminha apoiada as paredes até que consiga sair e se recostar a pedra por fora, olha para o céu e solta um uivo misto de agonia e aviso sobre a grande queimada a sua frente. Vários galios se contorcem e ardem em chamas caindo exaustos, negros e destruidos aos seus pés cada chama que lambe uma das arvores a sua frente fere sua alma e seu corpo, Porem Lilith consegue se por de pé e afastar-se das chamas, temendo por tanto fogo em uma região de gelo...

Cris chaveirinho ve dentre aquelas pessoas uma mulher alta com a pele bem branca que nunca tinha visto ali na vila antes, mas ainda muito assustada com o fogarel que vinha da floresta começa a gritar dentre as pessoas que ali estão.." Gente precisamos saber oque esta acontecendo isso naõ é possivel pois aqui so´a gelo como pode um fogarel desses!" encarrando aquela estranha no local...

Ann Marie von Schappler adentra para o bar ignorando que foi dito por uma das arruaceiras. No bar, Ann se aproxima de um de seus mais fieis companheiros e susurra algo em seus ouvido. "Sim senhora." ele responde, como se estivesse em um transe e disposto a seguir todas as orden de Ann sem questiona mentos.

Dora Quixote: Em sua mente Lilith pergunta-se o que poderia haver causado tamanho desastre e que proporções poderia tomar aquele incendio caso não controlado a tempo. Observa ao longe algumas pessoas se juntarem e uma delas tentar chamar a atenção das pessoas, Lilith teme pela saúde de sua amada gaya e pelo dano no gelo que poderia derreter e descongelar boa parte da ilha, isolando-os um dos outros, com atenção observa o solo e nota algumas rachaduras iniciarem por de baixo do gelo proximo ao que antes eram árvores.

Cris chaveirinho no meio daquela confusão toda tentando chamar a atençao das pessoas não consegue pararde olhar para aquela mulher era como se estivesse ipnotizada, fecha os olhos e balança a cabeça como se quizesse acordar .." oque essa mulher tem que não consigo mais tirar os olhos dela".. fica a pensar entre aquele tumultuo todo..

Dora Quixote: Sente uma nova pontada no estomago ao ver um velho carvalho tombar consumido em chamas e sem mais poder se conter aproxima-se na tentativa de ajudar Gaya de alguma forma, ao buscar uma forma de abrandar aquele fog Lilith observa dois homens que portavam-se como se cumprissem ordens, eles agora abaixavam as chamas controlando o incendio, como se tudo aquilo houvesse sido planejado e executado por aquelas vis criaturas. Lilith finca as unhas na carne da palma de sua mão e trava o maxilar quando sente as presas dilatando, o mesmo acontece com suas unhas que se aprofundam na pele e os olhos que adquirem uma coloração mais clara. Lilith pode sentir o sangue ferver em suas veias como se todos os lamentos de Gaya reverbeassem em sua pele. O odio quase a cega porém mantem-se as sombras esperando uma ordem de seu líder ou a presença do mesmo. Uiva alto e forte protegida pela escuridão da noite, chama por seu líder e convoca os seus.


Ann Marie von Schappler senta-se sobre o balcao, enquanto ve seu servo se dirigindo a multidao. "Acalmem-se todos... A Srta. von Schappler acabou de conceder permissao para que eu possamos convocar auxilio externo, enviando aviso de SOS para a Guarda Costeira. Eles háo de fazer algo. Aqueles que quiserem nos ajudar, sente-se e sintam-se a vontade. " Ann observava atentamente seu servo dizer essas palavras, esperando que alguem ficasse no interior do bar. Ela estava faminta e esse seria o momento idela para que ela iniciasse suas investigacoes naquele local.


Cris chaveirinho ja nem consegue mais se concentrar direito so´ouve o rapaz dizendo algumas palavras adentra o bar um pouco tonta pois sua cabeça doia senta-se em uma das mesas e fica ali de cabeça baixa por alguns minutos ,porem nota que aquela mulher esta no balcão ...


NARRADOR: ALEM DE CRIS, DUAS OUTRAS PESSOAS ENTRAM NO BAR, ENQUANTO AS OUTRAS SIMPLESMENTE CORREM EM DIRECAO A FLORESTA. O UIVO DOS LOBOS DA FLORESTA SENSIBILIZARAM OS MORADORES QUE CORRERAM O MAXIMO PARA PROTEGER AQUELA TERRA ONDE ELES SE CRIARAM. ENQUANTO ISSO, ANN ESTA NO BAR COM CRIS E OS OUTOS DOIS AO MESMO TEMPO QUE O SERVO DE ANN FINGE ENTRAR EM CONTATO COM A GUARDA COSTEIRA. PASSADOS 30 MINUTOS, O GRUPO QUE CORREU PARA A FLORESTA, CHEGA NA VILA E SE ENCAMINHARAM DIRETAMENTE PARA O BAR, CARREGANDO UM HOMEM LOIRO, 1.80M COMPLETAMENTE NU (SUAS ROUPAS FORAM CONSUMIDAS PELAS CHAMAS), DESMAIADO. O MEDICO ENTRE ELES DECIDE EXAMINAR O JOVEM QUANDO PARA SUA SURPRESA ELE NAO TINHA PULSO. "ELE ESTA.... MORTO."CONCLUI O MÉDICO. ESSAS 3 PALAVRAS CHAMARAM A ATENCAO DE TODA A VILA PARA O CASO, POIS NAO EXISTEM MARCAS DE QUEIMADURAS NELE O QUE SERIA PRATICAMENTE IMPOSSIVEL DE SE ACONTECER DEVIDO A PROXIMIDADE EM QUE SEU CORPO FOI ENCONTRADO DAS CHAMAS.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.